Boeing fará mais duas atualizações no software do 737 MAX antes da certificação

A Boeing disse nesta terça-feira que irá fazer mais duas atualizações no software do computador de voo do 737 MAX, antes de conseguir novamente a certificação do jato.

Boeing 737 MAX Cockpit

A fabricante americana confirmou à Reuters que uma das atualizações envolve situações hipotéticas de falha no microprocessador do computador de voo, o que poderia levar a uma potencial perda de controle, que é a conhecida Runaway Stabilizer. Esta situação foi a que os pilotos enfrentaram no primeiro acidente do 737 MAX com a Lion Air, e tratamos ela com detalhes nesta matéria.

Já a outra atualização irá corrigir uma potencial falha no desacoplamento (desligamento) do piloto automático durante a aproximação final.

A Boeing afirmou que estas novas atualizações não irão atrapalhar o cronograma da empresa de re-certificar com a FAA o jato até o meio do ano.

Esta não é a primeira atualização que o 737 MAX recebeu após ser impedido de voar a mais de um ano atrás, em decorrência dos dois acidentes fatais. Diversas modificações no software e no hardware do computador de voo foram feitas, e a maioria já implementada nos aviões de testes e que estão sendo certificadas.

Após a certificação pela FAA e outras agências de aviação civil, ainda será necessário atualizar os jatos que já estão nas companhias aéreas, além dos pilotos passarem por treinamento teórico e no simulador de voo.

Carlos Martins
Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Avianca estreia voos ligando Belo Horizonte a Bogotá

0
A Avianca inaugurou neste domingo (26) seus voos regulares entre Bogotá e Belo Horizonte. Pela primeira vez, a companhia aérea